segunda-feira, 3 de setembro de 2012

O bebê de 7 meses (1ª semana)



Como seu bebê está crescendo

Parece que ele nasceu ontem, mas de repente seu filho já demonstra os primeiros sinais de independência. Logo, logo ele vai conseguir sentar direitinho sem precisar de nenhuma ajuda e poderá até começar a engatinhar (ou se arrastar pelo chão com o bumbum).
 Com toda essa independência vêm também as inevitáveis quedas da infância. Por mais que você procure deixar a casa o mais segura possível para que ele transite sem sustos, vai ser impossível que um dia o bebê não bata joelhos e cotovelos ou não arranje um belo galo, então o melhor a fazer é não se culpar quando acontecer.

Os sentimentos do bebê passam a ser mais aparentes, seja através de grandes sorrisos para um rosto familiar ou um choro sentido se algo lhe é tirado das mãos. À medida que cresce, seu filho aprenderá a compreender e imitar os humores alheios.


 Sua vida: confie na sua intuição


Intuição de mãe e pai não é um mero clichê. É uma ferramenta que existe e é muito poderosa. Bons médicos sabem confiar na intuição dos pais. Afinal, você é quem mais conhece aquele serzinho que mora na sua casa desde que nasceu.

O famoso médico Benjamin Spock, autor de clássicos sobre o cuidado de crianças, escreveu: "Confie em você mesmo. Você sabe mais do que acha que sabe." Se você achar que alguma coisa não está bem com seu bebê, leve a sensação a sério.

O que fazer então? Tome nota da sua observação para não se esquecer de mencionar para o médico na próxima consulta. Procure ajuda médica se achar que seu filho está com alguma coisa mais grave.

Sim, às vezes você vai se enganar, vai se preocupar demais sem necessidade, mas isso acontece com todo mundo. Com o tempo e a experiência, você vai se acostumando a perceber em quais "pulgas atrás da orelha" precisa prestar mais atenção.



Fonte: http://brasil.babycenter.com/stages/1700/

Nenhum comentário:

Postar um comentário