quarta-feira, 29 de agosto de 2012

O bebê de 6 meses (4ª semana)


Como seu bebê está crescendo

Com esta idade, os bebês adoram animais de pelúcia. Um deles, de preferência bem fofinho e não muito peludo, pode acabar se tornando o objeto de estimação do seu filho, aquele que lhe traz conforto e segurança, principalmente na hora de ir dormir.

Se você perceber que seu filho está se apegando muito a determinado bichinho, boneco ou paninho, providencie um segundo, de reserva, e vá revezando os dois, para os dois ficarem bem parecidos. Caso seu filho resolva levar o bichinho para todo canto, sempre existe a chance de esquecê-lo em algum lugar, e o reserva evita uma crise. A mesma coisa na hora de lavar o paninho ou bichinho.



Como fica sua vida

Avós, avôs e titias têm boas intenções. É verdade, têm sim. O problema é que eles às vezes tendem a ter boas intenções demais.

Procure não reagir na defensiva quando ouvir mais um daqueles "conselhos" (na verdade críticas) sobre o jeito como você cuida do bebê. Se você tiver confiança no seu taco, fica mais fácil lidar com essas cutucadas. Tudo bem, eles podem ter muito mais experiência que você, mas aquela criança específica só tem uma mãe e um pai.

Uma das estratégias possíveis é convidar a vovó para acompanhar vocês na próxima consulta no pediatra. Assim ela pode tirar todas as dúvidas dela direto na fonte.

Quanto a mimar o bebê, isso não tem jeito, é o papel dos avós. Procure se acalmar e lembrar que sair da rotina de vez em quando não vai "estragar" todo o seu trabalho com o bebê. O amor e a generosidade dos avós compensa qualquer dano. Há alguns casos específicos, porém, em que é preciso estabelecer regras.


Fonte: http://brasil.babycenter.com/stages/1630/

Nenhum comentário:

Postar um comentário