sábado, 11 de agosto de 2012

O bebê de 3 semanas

Como seu bebê está crescendo

Dá para acreditar que o bebê já tem quase 1 mês? Passou rápido, não? Ao final desta semana, seu filho poderá levantar a cabeça um pouquinho quando estiver de bruços e até virá-la de um lado para o outro. O movimento de pernas e braços é menos descoordenado, à medida que ele ganha maior controle muscular.

Embora seja difícil de distinguir a esta altura, é possível que o bebê comece a desenvolver hábitos de sono e alimentação. Mas o próximo mês ainda trará muitas mudanças.

Uma boa forma de estimulação e entretenimento para esta fase é através de um móbile com cores, linhas e formas fortes e contrastantes; livrinhos ilustrados com desenhos desse tipo também servirão para distrair seu filho. Mas, na verdade, qualquer objeto de cores fortes serve. 

 

Sua vida: como lidar com a falta de sono

Não dá para descrever de outra forma o que você está sentindo: exaustão, certo? A verdade é que as noites maldormidas acompanham a vida de pais e mães desde que o mundo é mundo.

Para amenizar tanto cansaço acumulado, tente dormir, ou pelo menos descansar, quando o bebê também estiver tirando a soneca dele. A sensação de exaustão acaba indo embora -- e, se não for, converse com seu médico, porque você pode estar com deficiência de ferro. Os obstetras costumam orientar as mães a continuar tomando o suplemento vitamínico durante o período da amamentação, para evitar a anemia.

O padrão de sono dos bebês costuma ser mais regular à medida que eles crescem; porém, assim como os adultos, há crianças que precisam de mais horas de sono e outras de menos. Torça para que seu filho seja da turma dos dorminhocos!

Quanto à amamentação, seios cheios demais, dores na mama, bicos dos seios rachados ou mastite são problemas comuns e para lá de incômodos na fase de amamentação, mas podem e devem ser tratados.

Não hesite em pedir ajuda, seja para o pediatra, seja para o obstetra, seja para uma especialista em aleitamento. 
 

Fonte: http://brasil.babycenter.com/stages/1003/

Nenhum comentário:

Postar um comentário